Episódio 23 – Reclame Aqui e Agora!

Muambacast - Episódio 23 - Reclame Aqui e Agora

Agora vamos reclamar oficialmente!! Nesse episódio, Cícero, Maurício, Paulo e Santiago recebem um convidado que já comprou em mais da metade das lojas da internet, o ídolo das atendentes chinesas: Bruno Fallavena. Vamos conversar sobre o atendimento pré e pós vendas em sites e lojas do Brasil e do mundo, tentar entender o motivo que leva algumas empresas a atenderem bem e outras não darem a mínima para o cliente e dar dicas de sites que tratam o consumidor com respeito e qualidade.

Papo de carteiro:

A alfândega que achaca os brasileiros

Lojas/Sites:

DX
Taobao
Ali express
Pichau informática
eBay
Ponto Frio
Locaweb
Ultrafarma
Reclame Aqui
Fnac
Submarino

Produtos citados:
Gucci
Burberry
Xbmc
Subway
Guaraná Dolly
Itaú
Net
GVT
Usina de Massas

Curiosidades:
Geladeira da Brastemp
Consumidor destruindo loja
Cooperativa de costureiras Unidas Venceremos

Trilha Sonora:
Artista:
Dire Straits
Músicas:
  • Brothers in Arms
  • Calling Elvis
  • Heavy Fuel
  • Lady Writer
  • Money for Nothing
  • On Every Street
  • Private Investigations
  • Romeo and Juliet
  • So Far Away
  • Sultans of Swing

Contatos:
muambacast@gmail.com
@muambacast
@muambacast (no Instagram)
facebook.com/muambacast

Feeds:
iTunes
RSS

15 respostas em “Episódio 23 – Reclame Aqui e Agora!

  1. Ótimo cast!!

    Uma das empresas que mais tenho problema é a NET o que tem de reclamação minha lá não é
    brincadeira, não fico um ano sem reclamar naquela merda…eles tentam deixar as coisas em inbox lá na reclamação mas não deixo dessa forma por conta das pessoas que vão visualizar aquilo que foi reclamado e as intenções da empresa. Por isso sempre copio e colo a resposta deles lá nos comentários.

    Por outro lado um dos melhores atendimentos que obtive foi da SKY eles têm uma rapidez incrível no atendimento pelo RA e ainda não ficam insistindo em te vender nada do que você não quer etc. Não deu certo lá em casa cancelaram na hora sem questionamentos.

    Sobre o suco do bem, nada mais é do que SUCO de verdade a moça que questionou sobre isto com a fabricante deve fazer dieta paleo/LCHF porque é o único suco que realmente presta para ser tomado, por isso a curiosidade da moça quanto aos ingredientes, ou não né rsrs.

    Agora sobre o que escrevi sobre a alfandega, queria mesmo saber se tem algo a fazer sobre eles porquê ta foda muito tempo esperando e nada de resposta, já o correio aqui perto que entrega se eu ligar lá sou bem atendido até coisa que me gerou um espanto, digo isto pois viajo muito e é foda controlar o que vem (quando vindo do USA) já na China sempre 12 ~ 30 dias no máximo.
    Em fim o jeito é esperar 😦

    Abçs!!

    • Eai cara,
      eu não tive nenhuma experência com a Sky, mas esse lance de cancelamento eficiente é bem raro de se encontrar por ai.
      Ela é faz várias dietas mesmo 🙂
      Os caras dos Correios ai perto devem te atender porque tu compra bastante, virou mega cliente, heheheh!
      Valeu abraço

      • Sim, é mesmo.

        Sobre os correios nem compro tanto assim pra ter que usar o serviço, quando compro é mais em loja americanas entre outras ai então a entrega é TOP detesto depender dos correios.

      • O setor de cancelamento mais eficiente que eu já vi foi da vivo. Quando liguei pra cancelar minha linha de celular, não deu nem tempo do atendente desligar, cortou a ligação e já era. Número desconectado.

        • Orra, que bom. eu já tive problemas para cancelar a linha da minha mãe, eles
          derrubaram a linha na minha cara sem nem dar explicação, por 3 vezes aguentei.

          Depois peguei o tal do protocolo liguei na anatel e depois de 5 dias
          cancelaram sem pestanejar, foi a única forma.

  2. Conforme solicitado no cast, pelo Baboozinho, segue mais uma história….

    Comprei umas cervejas e copos na http://www.pivobier.com, minha surpresa ao receber o carteiro foi que ele me entregou uma caixa normal e outra pingando 😦 e ainda me xingou… “Pô, tua encomenda estragou um monte de coisa no carro”.

    Já fiquei tenso… e resolvi antes de abrir fazer um vídeo, com a intenção de enviar ao pessoal da Pivô Bier como forma de alerta. Fiz o vídeo e mandei para eles, que prontamente me responderam pedindo desculpas e já com o código de rastreio da nova remessa com as cervejas quebradas, sem custo algum. Os caras foram muitos bons no póscompra.

    Segue o vídeo e boas risadas http://www.youtube.com/watch?v=0dxvycOcI1s

    E podem comprar dos caras eles são gente boa 🙂

    Abs e vida longa ao Muambacast

    • Pô cara na moral, quem em sã conscienciosa pediria/confiaria qualquer produto “quebravavél” pelo correio??? Eu não teria essa coragem rsrs..

      Tudo bem que possa ser algo difícil de conseguir por distância ou qualquer que seja o motivo mas pô bem que esse pessoal poderia no mínimo colocar o conteúdo em uma garrafa de plástico ou mais resistente né.

  3. Muito bom o PodCast!
    Percebo que toda empresa que se preze, após o boom das redes sociais, criaram perfis para se relacionar com os clientes, logo facilitou muito as reclamações, abaixo vou descrever rapidamente algumas reclamações e problemas que tive.

    Americanas, comprei um HD externo da Samsung 750 GB após 2 semanas de uso ele pifou, mandei pra garantia direto da Samsung, que pra quem não sabe a Seagate comprou essa parte da Samsung, demorou e nada de resposta, botei no reclame aqui, logo eles me ligaram e fizeram ainda melhor, mandaram um Seagate USB 3.0, com 1 TB. Que era cerca de R$ 100 mais caro. Fiquei SUPER satisfeito.

    Oi, tive problemas, reclamei primeiro pelos canais dele, nada de resolver, sempre passava os prazos e nada, reclamei no Reclame Aqui, nada eles não estão nem ai pra esse site. Reclamei no Twitter e Facebook, e ai logo surtiu efeito e consegui resolver o problema.

    Dx.com, comprei muita coisa já, porém comprei essa lanterna :> http://dx.com/pt/p/x2000-flood-to-throw-zooming-glass-optics-cree-p4-wc-led-flashlight-1-18650-14450#.UuZrHrRv_IU
    e ela não veio com aquele esquema pra encaixar as pilhas, ou seja, não funciona, reclamei, me deram, na resposta pediram desculpas e falaram para que eu encontrasse uma aqui na minha cidade, ou no site deles, que eles dariam um desconto de U$ 2, eu pessoalmente não gostei, pois eu comprei algo e tive que ficar correndo atrás depois, buscar no site deles, nem sabia o nome daquilo… Mas enfim, aceitei, comprei vários, quase todos disponíveis, NENHUM encaixou nessa lanterna, né foda? kkkkk! Estão aqui… sem uso nenhum.

    Sobre o Netflix, curti demais a opção de cancelamento via site, sem ninguém te encher o saco pra continuar com o produto. É ótimo, todas deveriam entrar nesse ritmo.

    • Oia, eu acho que essa seria uma ótima solução para se adotar aqui no Brasil
      o RA está cheio de empresas que não respondem nada, inclusive essas ditas digamos publicas correio, alfandega e etc…

      Realmente é revoltante e desanimador comprar em sites como americanas/submarino, Saraiva, casa Bahia e ter o produto não entregue ou entregue em mas condições.

      Tive problemas a 2 anos atrás quando comprei meu Xbox360 na americanas, comprei um bundle que vinham 2 controles(um sem fio) e street IV por R$854 dilmas. Resultado do pagode paguei a vista(nada demais se você tem um emprego), a caixa do controle veio amassada, do vídeo game com um baita rasgo, o game veio com a caixa Esmigalhada…fiquei puto da cara liguei na hora pra loja nada de atender, reclamei depois no RA e em (pasmem) 50 minutos do mesmo dia me ligaram e disseram que no máximo em 2 dias fariam a troca.

      Dito e feito o game foi trocado por um novo e eu nem precisei devolver, porque disseram que o mesmo não tinha valor comercial relevante hahahaha…fiquei com o game novo e o zoado, troquei o novo lacrado por FF13 zerado só adicionei 30 Dilmas, não fiz questão do console pois não havia nada demais acontecido com ele só mesmo a caixa estava avariada.

      Essa foi uma vez, das outras deu mais trabalho mas resolveram, detesto ter que reclamar de alguma loja porque sei que vão enrolar até não poder mais mas é a única opção que temos.

      Abçs!!

  4. Pessoal, acompanho o muambacast desde o início. Os dois últimos episódios foram mais politizados com alguns focos em reclamações principalmente do governo.
    O post vai ser meio longo, pois vou colar algumas declarações que li nas últimas semanas. Primeiramente sobre o caso da brasileira que foi tributada em 7 mil reais por um fiscal, segue um post de um fiscal da receita (Pedro Delarue) que achei interessante:

    “Talvez vocês tenham tomado conhecimento do desabafo de uma mulher no facebook quanto ao tratamento por ela recebido por parte da Receita Federal no retorno de uma viagem ao exterior. Reclamou que foi autuada em 7 mil reais por trazer sapatilhas e bolsas de grife que teriam sido adquiridas no Brasil, mas que ela não tinha notas fiscais naquele momento para provar.
    Até aí, caso a coisa tenha se passado da forma como narrou a contribuinte, tudo bem. Tenho que reconhecer que as normas quanto à tributação de bagagem acompanhada devem ser melhor esclarecidas ao contribuinte pela Receita. Acho, inclusive, que ela deveria deixar à disposição do contribuinte, tanto no embarque quanto no desembarque, uma cartilha com orientações. As explicações até existem no site da Receita, mas de forma esparsa. Como o viajante não vai acessar tudo aquilo na hora de desembarcar, acaba não sendo devidamente informado sobre o que deve declarar e o que pode ser considerado isento, podendo ter surpresas bem desagradáveis.
    Sobre essas dicas vou falar em outro post, para não alongar este.

    O que me fez escrever este post foi outra coisa. O desabafo da contribuinte acabou repercutindo em um blog de um jornalista, hospedado no site da revista Veja. E ali foram escritas coisas inadmissíveis. Sob o título “Bandidos legais: a alfândega que achaca os brasileiros”, o jornalista usa o caso da sra. Roberta (esse é o nome da contribuinte) para achincalhar a Receita Federal e defender o indefensável. Ele diz que o limite de 500 dólares de isenção de mercadorias é propositadamente baixo e que as exigências são criadas para facilitar o cometimento de arbitrariedades e o achaque aos viajantes, com o intuito de exigir suborno. “Nesse ambiente, claro que muitos trazem seus eletrônicos muitas vezes escondidos, sem passar pela declaração de bens…”.
    Atropelando a ética, na busca por justificar um delito, que é a omissão de declaração com o intuito de sonegação fiscal, o representante da imprensa marrom ofende toda uma instituição a partir de uma premissa que não consegue provar e nem demonstrar.
    Devido à legislação e aos altos tributos (esqueceu de falar da margem de lucro indecente que os empresários praticam no Brasil) cobrados no nosso país, o espertinho quer defender que alguns “cidadãos especiais” devam ser perdoados da tentativa de se livrar de sua obrigação de pagar tributos (justos ou injustos) exigidos dos cidadãos de forma geral.
    Segundo a tese que o infeliz defende, como você paga altos impostos quando compra a mercadoria no Brasil, quem puder ir aos Estados Unidos teria o “direito” de tentar sonegar. E quem não pode ir aos EUA que se exploda! Aristeu, primeiro o meu!
    Ao final, o jornalista qualifica os servidores da Receita Federal de “parasitas”. Só posso dizer o seguinte: parasita é ele, que desinforma, presta um desserviço à sociedade, e ainda ganha dinheiro para isso.
    Que falta faz uma disciplina de educação fiscal no ensino médio, para que os cidadãos conheçam seus direitos, não apenas para se defender da volúpia do Estado, mas também da esperteza de quem quer convencer a todos que as obrigações comuns devem ser apenas dos outros, arrumando mil justificativas para fugir delas.
    Quem quiser ler o bonde de baboseiras, pode acessar em http://veja.abril.com.br/blog/rodrigo-constantino/politica-fiscal/bandidos-legais-a-alfandega-que-achaca-os-brasileiros/

    —————————–

    Bom, não adianta comentar em cima do que ele justificou. Apenas vamos nos atenar pra um trecho interessante em que ele diz que “cidadãos especiais” teriam o direito de sonegar impostos ou mesmo evitar impostos pois são capazes de ir aos EUA, o resto que não pode que se exploda. Talvez a crítica deva ser feita em relação aos impostos praticados de maneira geral no Brasil, para todos os brasileiros. Não apenas os com condições de ir ao exterior devem ser agraciados em trazer bens sem pagar sua tributação no país que residem.

    Ah, o blogueiro da veja que vocês e o post que colei referenciam se retratou e deu direito de resposta aos fiscais no link abaixo:
    http://veja.abril.com.br/blog/rodrigo-constantino/legislacao/direito-de-resposta-do-sindifisco/

    Finalmente, vocês comentaram sobre a “esquerda caviar”. Mas não vamos esquecer da “Direita Miami”. O colunista gaúcho Juremir Machado disserta sobre o tema que estou colando abaixo:

    Esclarecimentos sobre a Direita Miami
    O mais comum é que cada personagem não tenha consciência da sua personalidade. O Brasil vem sendo dominado, na classe média e na mídia, por um tipo muito especial, o lacerdinha, representante da direita Miami.

    É um pessoal que se acha sem ideologia, pois, para o lacerdinha autêntico, ideologia é coisa de esquerdista comedor de criancinha. A direita Miami acredita que todo esquerdista é comunista de carteirinha e que sonha com uma sociedade no modelo da Coreia da Norte.

    O ideal da direita Miami é comer hambúrguer na Flórida, visitar a Disney todos os anos, ler a Veja, ver BBB, copiar e colar artigos de colunistas que falam todo dia da ameaça vermelha – e não é o Internacional nem o América do Rio -, esbaldar-se em shoppings sem rolezinhos, salvo de patricinhas e mauricinhos, e denunciar programas governamentais, exceto de isenções de impostos para ricos, como esmolas perigosas e inúteis.

    A direita Miami tem uma maneira curiosa de raciocinar.

    – Se você é esquerdista, por que vai à Europa?

    – Não entendi a relação – balbucia o ingênuo.

    – Se você é esquerdista, por que tem plano de saúde?

    A direita Miami contabiliza as mortes produzidas pelo comunismo, no que tem razão, mas jamais pensa nas mortes produzidas pelo capitalismo no passado e no presente. Mortes por fome, falta de condições sanitárias e doenças evitáveis não impressionam os lacerdinhas. Não parece possível à direita Miami que se possa recusar o comunismo e o capitalismo brasileiro. A social-democracia escandinava, por exemplo, não chama atenção dos sacoleiros de Miami. É uma turma que quer muito Estado para si e pouco para os outros. De preferência, muito Estado para impedir greves, estimular isenções fiscais para grandes empresas e reprimir movimentos sociais.

    O mais curioso na direita Miami é que, embora defenda o Estado mínimo na economia, salvo se for a seu favor, gosta de Estado robusto em questões morais como consumo de drogas e de sexualidade, aquelas que, mesmo criticando, costuma praticar e exigir tratamento diferenciado quando o Estado flagra algum dos dela em conflito com a lei. A direita Miami fala ao celular, dirigindo, sobre a sensação de impunidade no Brasil e, se multada, denuncia imediatamente a indústria da multa.

    A direita Miami é contra cotas, Bolsa-Família, ProUni e todos esses programas que chama de assistencialistas e eleitoreiros. Vive de olho no impostômetro e, para não colaborar com a excessiva arrecadação dos governos, faz o que pode para sonegar o que deve ao fisco. Roubar do Estado que gasta mal parece-lhe um dever moral superior.

    Um imperativo categórico.

    A direita Miami vive denunciando Che Guevara, mas nunca fala de Pinochet. Se dá uma melhorada na economia dos camarotes, pode torturar e matar. As vítimas são esquerdistas mesmo. A direita Miami adora metrô em Paris, quando vai até lá, apesar de achar que tem muito museu chato e pouco shopping bacana, mas é contra estação de metrô no seu bairro. Tem medo que atraia “marginais”. A última moda da direita Miami é o sertanejo universitário. Quanto mais a tecnologia evolui, mas a direita Miami se torna primária. O que lhe falta, resolve com silicone.

    ———————–

    Acho interessante o texto, pois já escutei no podcast comentários do tipo: “o Brasil está virando um país comunista, uma Venezuela”… etc, calma pessoal, não estamos. Temos muito que melhorar, também sou contra essa cambada de impostos sem um retorno adequado. Mas seria sim a favor de todos esses impostos se tivessemos um retorno como encontramos em países nórdicos. E sim, lá as coisas são caras e os impostos altos!

    Espero que postem isso e seja esclarecedor ou pelo menos intrigue o pensamento de alguns.

    • Seu Zé,
      primeiro, obrigado por nos ouvir e por ter feito esse comentário aqui no blog. De forma alguma deixaríamos de publicá-lo. Opiniões, depoimentos, sugestões e críticas sempre serão bem-vindas.
      Independente de posições políticas, e é muito difícil falar sobre isso hoje em dia pois absolutamente tudo cai na dicotomia esquerda-direita, parece que concordamos que o retorno que obtemos do governo sobre os impostos pagos no país é vergonhoso. Particularmente, pouco me importa se o governo é dito de esquerda ou direita. Simplesmente porque é tudo farinha do mesmo saco. E o pior é que, de quase 30 anos para cá, nenhum governante foi posto no seu cargo de forma ditadorial. Nós é que somos responsáveis pela “esquerda caviar”, “direita miami” e afins. As coisas chegaram até aqui com a anuência de todos.
      Quanto aos funcionários da receita federal, bons e maus profissionais existem em qualquer área. Porém, quando o mau funcionário tem todos os poderes delegados a ele, o estrago que ele pode causar é bem grande. Seja por ser mal instruído, mal remunerado (que não é o caso), mal intensionado ou brocha, o fato é que abuso de autoridade é coisa comum no Brasil e provavelmente isso é o que mais irrita as pessoas na alfândega.
      Continue ouvindo nosso podcast e sinta-se à vontade para comentar.
      Abraço,
      Mauricio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s