Episódio #20 – Um Império chamado Alibaba

Um Império Chamado Alibaba

Um Império Chamado Alibaba

No vigésimo episódio do Muambacast, Cícero, Maurício, Paulo e Santiago contam um pouca do história da maior empresa de e-commerce do planeta: o conglomerado chinês Alibaba. Entenda porque chamá-lo de império não é exagero e confira valiosas dicas para fazer um negócio da China.
Sites:
Produtos citados:
Curiosidades:
Papo de carteiro:
Comentários:
Dicas da semana:
Santiago:
Maurício:
Paulo:
Cícero:
Trilha sonora:
Artista:
Titãs
Músicas:
  • Cabeça Dinossauro
  • Aa uu
  • Igreja
  • Polícia
  • Estado violência
  • A face do destruidor
  • Porrada
  • Tô Cansado
  • Bichos Escrotos
  • Família
  • Homem Primata
  • Dívidas
  • O quê
Contatos:
@muambacast (no Instagram)
Feeds:

24 respostas em “Episódio #20 – Um Império chamado Alibaba

  1. Valeu pela menção 😛

    Esse negócio de pirataria e falsificação é um assunto bem complicado. Quem compra o falso não necessariamente teria condições de comprar o original, então não necessariamente seria perda de receita para a empresa. E se o falso é indistinguível do original porém muito mais barato, é sinal que tem alguém querendo te explorar…

  2. Salve Gurizada!

    Participação massiva minha hoje! Já estou quase me sentindo um dos participantes! hehe

    Eu só tinha visto o Alibaba e AliExpress, nunca comprei lá, o Alibaba eu não botava tanta fé nele e não acreditava que seria tudo isso que é, realmente é incrível o poder deles e o case de sucesso! isso dá muitos estudos e inspiração!

    Abraços

  3. Conheci o muambator antes de existir o cast portanto acho que estou aqui desde o primeiro também, só que como aqui não tem leitura de feedback via email prefiro comentar. ah e já ganhei meus adesivos. 😀

    A questão de ter calçados e até roupas compradas lá fora é para mim algo estúpido, tem muita gente que diz, se você comprar um Nike aqui vai pagar 900 Dilmas se comprar lá fora vai pagar 500…mas que vantagem tem em pagar este preço em uma maldita replica??

    Vejo o povo no grupo postando cada absurdo como se fosse algo muito vantajoso, se é para pagar 300 reais a menos e ainda pagar taxas deixem de ser imbecis e comprem aqui né…isso me irrita bastante como o povo é bobo, estúpido e ainda acha que está fazendo um bom negócio. Nunca comprei roupas fora mas acho que tenho a mesma opinião do Santiago se é pra comprar roupas compraria as de marca ‘whatever’, que fique bem e principalmente dure bastante, não adianta comprar uma replica para se acabar em poucas lavagens.

    Ouvir hoje no olhar digital journal que o yahoo é dono de 24% dos sites aliexpress/alibaba
    será que é por conta disto que cresce tanto? apesar de nunca ter visto anuncio na página deles.

    • Mas nem tudo que se compra fora é réplica. Muita coisa que é vendida pelo ebay é o produto original, pelo preço normal de lojas nos eua, mas que entrega aqui. Pra isso eu não vejo problema nenhum pagar a metade do preço, vivemos num país capitalista e meu dinheiro vai para quem pode me vender o produto mais barato.

          • Opa que massa essa discussão.
            Ao meu ver temos que comprar o que cada um considera mais vantajoso para si mesmo, acho que é uma questão de se sentir bem ou não. Se o cara não se importa de comprar uma camiseta com o cavalo ao contrário e andar na rua, ok. Eu não tenho uma métrica de impacto que as marcas sofrem com a falsificação, mas acho que deve ser bem grande. Como diz o Maurício, é importante pensar nisso também.
            Podemos marcar um hangout com todo mundo para trocar essa ideia. Quem topa?
            Valeu galera.
            Abraços

            • opa, com certeza.
              Desde que seja até o final deste mês, porque dia 4 saio pra viajar e só volto
              em dezembro 😦

  4. hehehe… “samsung é muita ostentação”, ;-D. Sobre o TaoBao, os preços dos caras eram matadores demais quando vasculhei o site a tempos atrás. Se achamos dx e alibaba baratos, o preço em Yuans no TaoBao são ainda melhores. Mas como precisamos de um intermediário, numa primeira compra a muito tempo usei um site chamado dealperfect pra fazer o meio de campo. Depois eles mudaram de nome e passaram a ser o zarmark.com. Já comprei algumas coisas com eles e foi tranquilo… vendo o site deles parece que estão cobrando 8% sobre o preço, talvez ainda tenha frete.

    • Eai Gustavo,
      Que massa essa dica cara. Estava vendo o site e vi que tem os links para as categorias do TaoBao, já ajuda um pouco pelo fato de ser em chinês.
      Valeu abraços

  5. Fala senhores, muito bom o cast de vocês, parabéns!

    Nunca comprei no AliExpress, mas pretendo comprar réplicas de primeira linha de relógios que valem muito a pena.

    Sobre as marcas não estarem em momento nenhum na descrição do produto notei que realmente acontece.

    Só para exemplificar, se vc pesquisar por “EF-535BK”, vai ver milhões de réplicas da “CASIO”, mas em nenhum momento você verá o nome “CASIO” na descrição e reparem na foto do produto vai ver que eles escondem/alteram o logo da marca.

    Mas nós sabemos que o produto vem com o logo devidamente no seu lugar.. heheheh

    Com relação aos produtos falsos, cada um compra o que quer. Mas eu acredito que tem muita gente que compre um produto pirata achando que é original e que acredite estar tirando vantagem disso (é cilada Bino rsrsrs), mas aí é outra história.

    Sobre os “cabelos virgens” que vocês comentaram, significa que o cabelo nunca recebeu nenhum tipo de química (tintura etc).

    [Report iTunes] Tive problema em baixar o episódio 19 no iTunes(ouvi no site), já o 20 consegui normalmente.

    Ah, eu escuto o cast de vocês desde o primeiro, continuem assim! E eu quero adesivos também!

    Abraços 🙂

    • Eai Fernando,
      Que legal cara, firma uma comprinha lá e nos manda para o #desebalando 😉
      É bem delicado esse lance da falsificação, nomes e etc…não sei se vender sem falar a marca se enquandra como falsificação, mas tem de tudo.
      Legal essa curiosidade do cabelo, não fazia ideia que era isso.
      Esse problema do iTunes já temos tickets abertos, mas nada ainda 😦 Assim que tiver alguma notícia te aviso.
      Po manda um e-mailzito com os teus dados para nós. Te mandamos sem dúvida uns declaques.
      Valeu pela contribuição e report.
      Abraços

  6. Muito bom o Cast, um assunto que eu achei bem interessante foi o conflito entre o software pirata e o produto pirata kkk… de uma forma geral, o software pirata é ‘craqueado’, é burlando o original após conseguir o ‘crack’ é só replicar kkkk, e os produtos piratas tem toda uma produção, é uma fabrica comum só que eles copiam as ‘ideias dos outros’ kkkkkkkk

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s